Moraes MORAES DA SILVA, Advogado

Moraes MORAES DA SILVA

Belém (PA)
2seguidores3seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Advogado especializado em Direito do Trabalho e Processual do Trabalho, Tributário, atuante na Justiça do Trabalho, Justiça Comum e Justiça Federal há mais de 20 anos.

Comentários

(127)
Moraes MORAES DA SILVA, Advogado
Moraes MORAES DA SILVA
Comentário · há 3 meses
Nos últimos 20 anos, particularmente em relação às majoritárias, é muitíssimo provável que tenhamos sido representados/governados por uma série de pessoas que chegaram ao poder por fraude. Um Procurador de Estado (o vídeo pode ser visto no youtube em: https://www.youtube.com/watch?v=s_I8giFUaG0), que, se me lembro, é de Mato Grosso do Sul, também com apoio de especialistas no assunto, demonstrou que o tal "BU é a própria prova da fraude", uma vez que só computa o resultado total da "apuração", sendo impossível a auditagem voto a voto. Qualquer neófito nessa matéria, como eu, sabe que uma auditagem se faz em regra pela unidade e não pelo total. Segundo o referido Procurador, fazer a conferência da lisura da apuração pelo Boletim de Urna - BU (louvado "no altar do santo bit", disse ele) seria o mesmo que, numa eleição para síndico, a pessoa pegasse a urna e levasse para dentro de seu apartamento, voltando algum tempo depois dizendo: venci! kkkk Alguém, em sã consciência, aceitaria uma eleição como essa? É claro que NÃO!

A nós, os possíveis enganados, resta insistente intuição de que a coisa não está nada certa, e dizem os entendidos que intuição também é forma de sabedoria e conhecimento , daí que não precisamos aceitar tudo da forma como os "especialistas" tentam nos fazer engolir. Temos o direito de questionar e reclamar seja possível a recontagem dos votos quando houver dúvidas a respeito da apuração.

Aliás, foi muito sintomático o fato de o STF ter julgado inconstitucional a lei que visava das transparência às eleições, possibilitando a recontagem dos votos. Dentre outras falácias, disseram que o voto impresso era caro, pois custaria em torno de 2 (dois) bilhões de reais. Esqueceram que uma horda de ladrões, sempre protegidos, assaltou os cofres públicos em centenas de bilhões, quiçá perto de 2 trilhões (li esse dado em algum lugar), tornando esse gasto EM FAVOR DA DEMOCRACIA e da SEGURANÇA das eleições, verdadeira gorjeta.

Recomendações

(89)
Eduardo Sefer, Advogado
Eduardo Sefer
Comentário · há 3 meses
As coisas não são nem remotamente simples assim.

A um, as urnas não têm conexão com a internet durante a votação. Mas a experiência já provou ser isso completamente desnecessário. Bastante adulterar uma configuração. As urnas não têm um sistema de backup dos votos. Não são auditáveis ou verificáveis. O programa que lê os registros é extremamente vulnerável - e altamente passível de fraude, o que já se verificou em outros países que adotaram o nosso modelo, o DRE. A própria lei que se dispõe a resolver esse problema - a impressão de votos - foi atropelada por ninguém menos que 8 ministros do STF, num atentado sem precedentes à democracia.

Os sucessivos testes de segurança revelam problemas TODOS OS ANOS. E ao invés de resolver os problemas, o TSE em regra substitui quem os realiza. As vulnerabilidades se repetem.

Digamos, hipoteticamente, que uma simples chave de código que altere os valores de registro seja inserida no programa durante a configuração (ex.: o eleitor registra "39" e a urna lê "42"). É quase impossível aferir a existência da fraude, mesmo que ela esteja ali. Em 2017, no estado norte-americano da Virgínia, verificou-se a ocorrência de fraude em urnas DRE por incompatibilidade entre os votos registrados e efetuados.

É incorreto dizer que o nosso modelo é exemplar. Nenhum país do mundo emprega urnas DRE em escala nacional. E mesmo em escala local, a tendência é a substituição quase imediata, pois as fraudes se mostram extremamente plausíveis.

In fine, recomendo a leitura do Prof. Walter del Picchia: https://jornal.usp.br/artigos/as-urnas-brasileiras-são-vulneraveis/

Perfis que segue

(3)
Carregando

Seguidores

(2)
Carregando

Tópicos de interesse

(17)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Belém (PA)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Moraes MORAES DA SILVA

Rua João Balby, 957 - Belém (PA) - 66015-005

(091) 98253-97...Ver telefone

(091) 99607-58...Ver telefone

Entrar em contato